Resenha: Mentiras Genuínas - Nora Roberts

Mentiras GenuínasTítulo: Mentiras Genuínas.
Autora: Nora Roberts.
Editora: Bertrand Brasil.
Número de páginas: 630
ISBN: 9788528617719


Eve Benedict fez de quase tudo na vida. Foi uma das maiores atrizes da história de Hollywood, ganhou dois Oscar e um Tony, teve quatro maridos e uma legião de amantes. Sua beleza é estonteante, seu poder, inigualável. Não há segredo ou mentira de Hollywood que ela não conheça. Após cinquenta anos sob os holofotes, ela quer passar sua vida para o papel. Mas todos estão a seus pés, implorando para que ela não faça isso. Até que ponto a renomada biógrafa Julia Summers estará disposta a arriscar a própria vida pelos segredos de outra mulher? Mentiras genuínas traz uma história eletrizante de suspense, intriga e romance.Para isso, Nora Roberts criou um cenário vívido de Hollywood, centro cinematográfico mais importante do mundo, onde muitos mistérios pairam no ar. No fim, por meio de muitas reviravoltas, o leitor terminará o sem acreditar no desfecho. 

Sem sombras de dúvidas: Nora Roberts, é uma das melhores escritoras ever.
Diferente dos outros livros, há muitos personagens, mas todos eles tem a sua voz.


Júlia é uma escritora que se dedica a escrever especialmente biografias. Eve é uma das maiores artistas de Hollywood. Paul é um escritor de suspense.
Julia Summers, é uma escritora bem sucedida, depois de dez anos na carreira de escritora, sempre os seus livros aparecem na lista de mais vendidos. Mas quem vê a mulher bem sucedida de hoje, não imagina o que Julia passou em seu passado. Fora adotada quando ainda era pequena, aos 17 anos engravidou de um homem casado que não assumiu o filho e mais tarde ainda perdera os seus pais adotivos. Sem ninguém por si e com um filho nos braços, ela se tornou uma mulher confiante e independente que cuida do seu filho Brandon com unhas e dentes.
 "–Assim como você.  Ele pegou o colar, deixando-o escorrer entre os dedos. – A busca  pelo estrelato exige sangue e lágrimas, Eve. Nunca se esqueça disso. – Ele o passou em torno do pescoço dela e prendeu o fecho.  – Algumas mulheres nasceram para usar diamantes." pág. 58
Eve Bennett é uma atriz excêntrica de Hollywood. Mesmo tendo seus 60 e poucos anos ainda abala o mundo das telonas. Eve decide que quer toda a sua vida contada em um livro, e contrata Julia para escrever. O problema era que Eve, sabia muito e ainda se envolvera com muitas pessoas do mesmo círculo social que ela e que se viesse a tona tudo o que ela sabia sobre certas pessoas, elas iriam cair.
Paul, é filho de um dos ex-maridos de Eve, e a trata como se fosse a sua verdadeira mãe. Conheceu ela aos seus dez anos de idade e de lá pra cá foi como se um pedaço da sua vida fosse preenchido. Sempre muito preocupado com eve, achou a ideia dela em escrever uma biografia um erro, pois já sabia que Eve não guardava apenas os seus segredos, mas sim de outras pessoas e que muitas não iriam gostar nada de terem a sua vidas expostas.
"O lema dela era: quem poupa cinto estraga a criança, e ela brandira o cinto com um brilho de fervor religioso nos olhos.
O lema de Delrickio tinha mais a ver  com algo como: negócio é negócio, ele amputaria partes vitais do corpo de Drake com a mesma displicência que um homem cortando as unhas." Pág. 84/85.

Julia decide aceitar o emprego, e como parte das exigências ela teve que se mudar para Los Angeles, em uma casa de hóspedes bem próxima da casa em que Eve morava, e com ela levou Brandon. Como parte do trabalho ela tinha de ir a muitos eventos sociais, pois assim conhecia mais de perto, as pessoas que ela teria que escrever. Em um desses eventos/ jantares ela conhece Paul, que não perde a oportunidade de importunar Julia, mas que reivindica, o que o intriga pois percebe logo de cara que ela é uma mulher de garra, que não deixa nada de graça.
Com o passar dos fatos Paul se sente atraído por ela, mas ambos são tão teimosos que parece que eles não irão dar certo. Eve e Julia se tornam mais próximas, e Julia descobre que Eve, é uma pessoa boa, e que aquela que aparece nas telas é totalmente diferente do que ela é na vida real.
Conforme vão avançando no livro, ambas (Eve e Julia) vão recebendo ameaças anonimas, que poderão ter grandes consequências.
"[...]- Eu o amo  e sou amante  dele há trinta anos. Ele é o único homem pelo qual me sacrifiquei. O único que ja me faz passar noites realmente solitárias, do tipo que uma mulher passa chorando , desesperada  e, ao mesmo tempo, esperançosa." Pág. 260
O que dizer deste livro? Além de que amei?!

É um livro grande? Sim, afinal ele tem 630 páginas, mas que quando você começa a ler não consegue largar é aquele livro que te prende do inicio ao fim.
O livro tem passagens de vários personagens, o que não o torna um livro maçante, pois como há vários personagens e cada um narra o seu ponto de vista, podemos ter uma visão muito ampla a história.
Tinha horas que eu sofria o que os personagens estavam passando naquele momento, e em vários momentos me vi apreensiva e até mesmo surpresa, pois algumas atitudes eram tomadas e só depois descobriríamos o que havia levado as pessoas a fazerem tal coisa.
Devo dizer que o real motivo de Eve ter contratado a Julia, me passou despercebido e fez uma grande diferença, sem sombras de dúvida.
A Eve, é uma personagem adorável, pois conforme ela vai conversando com Júlia, vemos que ela teve uma vida difícil ate chegar onde ela está.


Só tenho uma coisa para dizer: LEIAM, pode não ser esse livro mas leiam algo da autora, ela consegue prender os leitores de uma tal maneira que te faz perder o fôlego e passar noites em claro, para desvendar os mistérios.


2 comentários

  1. Eu tenho muita vontade de ler os livros da Nora, mas, engraçado, esse eu não fiquei curiosa. Ainda assim, tenho vários outros dela na minha lista. Beijos.

    http://livro-apaixonado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei, foi um dos livros que mais me prenderam esse ano, mas ela deve ter outros que te interesse.

      Excluir

Nome:
Blog/Site:

Topo