Primeiras Impressões: Justa Causa - Gislaine Oliveira


Para quem acompanha o blog sabe que eu não costumo muito fazer posts a respeito de primeiras impressões. Mas mesmo a história ainda não estando completa, decidi vim falar um pouquinho dela com vocês.

Sinopse: Déia vai trabalhar em uma grande empresa e conhece Diego, o senhor multinacional. Ele é lindo e ela se apaixonaria fácil por ele se não fosse apaixonada pelo Lucas, seu ex. E se o chefe não fosse tão arrogante. O que acontece porém é que os dois terão que dividir o mesmo escritório e no meio de tantos papéis e documentos acabam descobrindo que tem muito em comum..
Justa Causa
Andréia ou Déia, como a sua família e amigos a chamam tem 18 anos, e trabalha em uma grande empresa. Pode ser atribuído a sua idade, mas a Déia tem uma personalidade única, então ela diz  que pensa sem olhar a quem diz. E isso se aplica também a Diego, que é parente do dono da empresa, e é conhecido como o senhor multinacional, sério e criterioso. Na empresa é ele que cuida além das suas atribuições que lhe dizem respeito, também a sua agenda. Por tanta insistência das pessoas ao seu redor, ele decide contratar uma secretária, e quem é a pessoa escolhida? Sim nossa querida Déia.
De início ela não queria aceitar o cargo porque quando o borburinho da nomeação começa a circular pela empresa e todos a apontam como a que está saindo com o chefe, já que como dito a Déia tem 18 anos e Diego é 14 anos mais velho que ela. Apesar de ser considerado como um 'carrasco' no escritório, as mulheres não podem dizer que ele não é bonito.
Apesar da situação Déia, assume a nomeação de secretária, e com a aproximação entre Déia e Diego, eles percebem que apesar de se mostrarem tão diferentes, eles tem muita coisa em comum. E Déia, começa a ver Diego com outros olhos, mas será que ela conseguira esquecer Lucas, seu ex?

A escrita da Gi, é um delícia de se ler. Já li outra obra dela Os Sonhos de Rita, e amei. Ela tem uma escrita leve e divertida, e em Justa Causa não é diferente. Aqui temos uma mocinha que fala o que quer e para quem quer, doa a quem doer, e logo no inicio percebemos a conexão que tem com o título.
Todos os personagens são carismáticos, com exceção de Lucas que é uma mala, o que me irritou um pouquinho na Déia, que mesmo depois de meses eles estando separados, ela ligava para ele todos os dias no mínimo umas três vezes, e claro que ele não atendia e ela inventava desculpas para essas faltas.
Mas em geral é um romance leve e divertido, para aqueles momentos em que você só quer uma leitura para você distrair a sua cabeça conturbada.
O livro já teve uma primeira edição, mas a Gislaine está repostando ele lá no Wattpad, então se você gostou ou ficou curiosa (o) para conferir esta trama, você pode conferir através deste link.
As postagens tiveram uma pausa, mas de acordo com a Gislaine este mês elas voltam ao normal, volta logo to curiosa para saber o final ;)

2 comentários

  1. Oi. Se tem algo que eu detesto é personagem trouxa e infelizmente, as mulheres nos chick-lit ganham esse troféu por mérito. Eu adoraria a ler a história e já sei que gostaria porque adoro esse jogo de atração em meio ao escritório. Espero que a leitura te surpreenda!
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Miriã, se puder leia, a história é boa, e te rende várias risadas, é uma leitura leve e divertida, e você adora os personagens.

      Excluir

Nome:
Blog/Site:

Topo