Para Onde Ela Foi - Gayle Forman

Título: Para onde ela Foi
Autora: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 239
ISBN: 9788581635675

Classificação: 3/5


Se você tivesse uma segunda chance para o primeiro amor... Você aceitaria?

Já faz três anos que o amor de Adam salvou Mia após o acidente que mudou a vida dela. Três anos desde que Mia saiu da vida de Adam para sempre.
Vivendo agora em lados opostos do país, Mia é um talento em ascensão na Julliard, a conceituada escola de música, e Adam é o típico astro do rock de Los Angeles, com direito a notícias nos tabloides e uma namorada - celebridade.
Quando Adam se vê sozinho em Nova York, o acaso reúne o casal mais uma vez. Por uma noite.

Com a mesma força dramática de Se eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa de esperança e a chama do amor que renasce.

A Duologia:
2. Para Onde Ela Foi

Se você ainda não leu Se eu ficar, devo avisar que a resenha terá spoilers.
O história deste livro se passa três anos após os acontecimentos de Se Eu Ficar.

Quem narra a história é Adam. Sabe aquele Adam, o namorado perfeito que conhecemos através das memórias de Mia no livro anterior? Amoroso, romântico e gentil? Pode-se dizer que agora ele é totalmente o oposto daquele rapaz. Nos três últimos anos a sua vida mudou drasticamente.

Adam abandonou a faculdade, sua banda agora faz um mega sucesso, se mudou para Nova York. A banda fez tanto sucesso que agora ele é daquelas pessoas que não pode mais sair na rua sem um segurança, pois os paparazzi o ataca com perguntas. E Mia? Bom ela sumiu de sua vida.
O Adam se tornou daqueles roqueiros problemáticos, quando digo problemático não digo no sentido de envolvimento com drogas, mas é que agora ele tem um temperamento explosivo, daqueles que quebram quartos de hotéis sem um motivo aparente. E de quebra ele tem uma namorada famosa.

Em uma entrevista que Adam estava cedendo a uma revista conceituada, eis que a jornalista entra em terreno proibido perguntando sobre Mia Hall, e Adam surta. Ele faz questão de que a parte de sua vida que se envolveu com Mia não seja revelada por nada, pois ele sabia que ela não teria mais paz.

"Meu primeiro impulso não é agarrá-la, beijá-la ou gritar com ela. Só quero tocar seu rosto, ainda corado pela performance de hoje. Quero diminuis o espaço que nos separa, medido em passos - não em quilômetros, não em continentes, não em anos -, e colocar meus dedos calejados em seu rosto. Quero tocá-la e me certificar de que é realmente ela, não um desses sonhos que tive com tanta frequência desde que ela partiu, quando eu a via tão claro como o dia, estava pronto para beijá-la ou levá-la comigo, e depois acordava com Mia fora de alcance.
Mas não posso tocá-la. Esse é um privilégio que não existe mais. Mesmo contra minha vontade. [...]" Pág. 48

As vésperas de sua turnê em Londres, Adam precisa de um tempo e mal ele sabe que este tempo irá mudar a sua vida. Andando a noite pelas ruas da cidade, se depara com um cartaz de uma apresentação de Mia, e sem pensar duas vezes, ele vai a apresentação.
Nesta noite muitas coisas virão a tona, dentre elas revelações que poderão mudar a vida desses dois.

Fui com altas expectativas com este livro, todos que eu vi falaram que este livro foi muito melhor que o anterior, mas pra mim não foi assim, me decepcionei um pouquinho. O fato de não ter gostado foi por causa do Adam, confesso. No primeiro livro é o namorado dos sonhos de qualquer uma, mas chega nesse ele se transformou da 'água pro vinho', ele expõe os seus motivos da mudança, mas não me convenceu.
Por mais que não tenha sido um dos melhores livros que li no ano, não deixou de ser um livro bom. A escrita da autora é fluída, gostosa de se ler, e te instiga porque você quer saber o que as revelações de Adam e Mia, irão influenciar em suas vidas.
Temos o preenchimento de várias lacunas que ficaram em aberto no livro anterior, e o mais interessante pra mim, foi como se aconteceu a recuperação de Mia. Que com certeza foi comovente.

A Editora Novo Conceito arrasou nesta edição assim como em Se eu ficar, aquelas imagens de notas musicais nas suas folhas faz toda a diferença, um toque especial que a editora deu neste livro, foi que a cada início de capítulo temos um trecho das músicas da banda do Adam.



Se eu gostei da duologia? Sim! Indico para aqueles que gostam de young adults e new adults. A escrita da Gayle Forman é daquelas que te prendem, a autora aborda temas de relacionamentos familiares, primeiro amor e principalmente superação.
Assim que possível quero ler mais livros da autora.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Nome:
Blog/Site:

Topo