Resenha: Estilhaça-me

Estilhaça-meTítulo: Estilhaça-me
Série: Estilhaça-me #1
Autora: Taheref Mafi
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 304
ISBN: 9788563219909
Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser um guerreiro.

Estilhaça-me se passa em um sociedade distópica.
A história conta a vida de Juliete, um agarota de 17 anos que está  a quase um ano sem ter contato com uma pessoa. Tudo isso porque ela matou uma criança. Como assim, uma garota de 17 anos que mata uma criança e você diz que é tão normal?
Juliete é diferente dos restante das pessoas. Desde alguns meses de idade, a mãe da menina, não se aproximava da filha. A menina cresceu sem o carinho dos pais, mas se fosse apenas deles ainda seria bom, mas não apenas os seus próprios pais se distanciaram dela como todas as pessoas. Pois ela não podia tocar em ninguém e ninguém podia toca-lá.Em um dia, ela vendo uma criança em desespero, não pensa direito e vai ajudá-la, mas quando se da conta já era tarde demais, a criança estava morta. O toque de Juliete é mortal. Quando ela toca nas pessoas é como se ela sugasse a força das pessoas e de alguma maneira isso faz com que ela se torne mais forte. Não lembra a Vampira de X-men?
Na escola ela era aluna isolada- na parte literal mesmo da palavra - do restante dos alunos. Resumindo, ela nuca teve um amigo. E as outras criança ainda ficavam enchendo, mas ela não se importava.
Então todo esse tempo, não fazia grande diferença para ela ficar longe das pessoas. Mas quando ela ganha um parceiro de cela, ela acha que eles só podem estar querendo matá-la de vez. quem vai parar na sua cela é Adam. Um garoto que ela não via há mais de três anos, mas que sempre sentia uma grande simpatia por ele.
Mas existe uma pessoa que pode libertar Juliete, dessa situação: Warner. Ele é o chefe do batalhão 45, mas ele só a libertará com uma condição: que ela seja parte de seu exército, o que claro ela não quer.
Juliete descobre que Adam não é quem aparenta ser.
E que Warner, não a quer apenas como mais um em seu exército, mas que a quer do seu lado.
E Juliete irá descobrir que nem todas as pessoas são afetadas pelo seu toque.

Sem sobras de dúvida, é uma distopia diferente. Conforme eu ia avançando na história, se não prestasse muita atenção no cenário da história jurava que era X-Men, principalmente no final, não sei se quem leu vai concordar comigo.
Mas é uma série interessante. Pois é uma distopia com uma mistura de um pouco de sobrenatural. Só sei que a mistura deu certo. Ansiosa para ler os próximos volumes.

A série:


7 comentários

  1. Eu tenho esses livroooos!!
    Preciso ler!!
    Fiquei curiosa agora.
    Parabéns pela resenha!!

    www.saladadelivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu já li Estilhaça-me e até o meio do livro, achei tudo muito confuso. Mas acabei gostando no final e estou ansiosa para ler a continuação. Beijos.

    http://livro-apaixonado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também estou louca para ver como termina essa série.
      Bujux ;)

      Excluir
    2. Eu também estou louca para ver como termina essa série.
      Bujux ;)

      Excluir
  3. Eu já li toda a trilogia, e amo muito, o segundo livro é um pouco cansativo, mas é bem legal. O terceiro livro, é simplesmente o melhor, é maravilhoso, eu amei, e queria mais. E concordo com você, parece um pouco com X-man, mas não tira o brilho da história.
    Beijos

    http://travelingbetweenpages.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. To criando coragem para ler Liberta-me, pois ele é mio gordinho rsrs.

      Excluir

Nome:
Blog/Site:

Topo